Notícias - Ano 2014

SBM marca presença em eventos da área médica

Reuniões sobre Defesa Profissional e Remuneração Médica, reconstrução mamária e sobre o novo currículo de
formação acadêmica médica contaram com a presença de profissionais da SBM

A Sociedade Brasileira de Mastologia participou recentemente de importantes reuniões em entidades da área médica. Representada pelo presidente, Dr. Ruffo de Freitas Junior, além dos mastologistas Dr. Wesley Andrade, Dr. Cícero Urban e Dr. Carlos Alberto Ruiz, a SBM mostra que está à frente na luta pelo direito dos médicos e pacientes em assuntos relacionados ao câncer de mama, à reconstrução mamária e outros temas.

O primeiro evento contou com a presença do presidente da Comissão de Honorários da Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM), Dr. Wesley Andrade, e ocorreu na Associação Médica Brasileira (AMB), no dia 12/08, em São Paulo. O encontro tratou do tema '' Defesa Profissional e Remuneração Médica'' com todas as especialidades reconhecidas pela AMB e teve como objetivo promover a discussão para a revisão da Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos (CBHPM) através da inclusão de novos procedimentos e exclusão dos procedimentos obsoletos. No entanto, as discussões propostas não contemplaram aumento da valorização dos procedimentos, assunto que será discutido 2015 conforme programação da AMB. Em breve, será feita uma pesquisa junto aos sócios da SBM para que as novas demandas sejam entendidas e novos códigos possam ser criados para tentarmos a inclusão dos mesmos no ROL da Agência Nacional de Saúde (ANS).

 

"A SBM percebe que esta é uma luta árdua, que precisa ser travada persistentemente com um planejamento adequado e de longo prazo, uma vez que existem vários conflitos de interesses entre as diversas especialidades médicas e pressão pelas operadoras de saúde. A entidade está engajada e já pleiteia uma reunião em particular com o Conselho de Defesa Profissional da AMB para melhor entender o processo de credenciamento de novos procedimentos que são crescentes em nossa especialidade, principalmente com o advento e aprimoramento das técnicas de cirurgia oncoplástica", afirmou Dr. Wesley.

Na segunda reunião, o presidente da Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM), Dr. Ruffo de Freitas Junior, e o coordenador do Departamento de Oncoplástica da SBM, Dr. Cícero Urban, estiveram presentes à reunião da plenária do Conselho Federal de Medicina (CFM), no dia 14/08, em Brasília, no qual apresentaram os dados da reconstrução mamária no Brasil, bem como o posicionamento da SBM em relação à necessidade de melhorar estes índices, sobretudo no SUS. Ficou clara a necessidade da formação e aprimoramento de mastologistas para suprir a necessidade de pacientes que estão sem acesso à reconstrução mamária. “A reunião foi proveitosa, a SBM se sentiu respeitada e entendemos que a recepção ao caso foi bastante positiva, com a sensibilização do CFM em relação a esse problema”, disse Dr. Ruffo.

No mesmo dia 14/08, o Dr. Carlos Alberto Ruiz representou a SBM na reunião realizada pela Associação Médica Brasileira (AMB) que discutiu o novo currículo de formação acadêmica médica do MEC que entra em vigor a partir de janeiro de 2015. No encontro, as entidades médicas não foram ouvidas e predominou o que o governo buscava. O novo currículo é a oficialização dos interesses do programa “Mais Médicos”, no qual o maior objetivo é a formação do médico generalista, diminuindo significativamente a opção por outras especialidades. O Governo determinará quem fará, onde fará e como fará a sua formação e especialização. 

Veja aqui as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Medicina do MEC. 

Contato

Endereço:
Praça Floriano, 55/801, Centro Rio de Janeiro, RJ - CEP: 20031-050
Telefone:
(21) 2220-7111
E-mail:
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

AVISO IMPORTANTE
O conteúdo deste site tem o intuito de apenas informar aqueles que têm dúvidas genéricas sobre o câncer de mama. Para a análise de um caso clínico particular, como tratamento, prognóstico e outras dúvidas deve ser consultado um médico especialista.