Notícias - Ano 2014

Mastectomia de Angelina Jolie completa um ano

Mastologistas afirmam que houve um aumento na procura pela cirurgia preventiva

Após um ano do anúncio da atriz norte-americana Angelina Jolie ter se submetido a uma dupla mastectomia para prevenir o câncer de mama, mastologistas associados à Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM) identificaram um aumento de 60% na procura pela cirurgia preventiva. De acordo com o presidente da SBM, Ruffo de Freitas Júnior, esse levantamento teve como base o dia a dia no consultório dos mastologistas, no qual a maioria das mulheres que procuraram os especialistas tinha histórico familiar de câncer de mama e buscavam informações sobre o teste de DNA que verifica, com precisão, se a mulher é portadora de genes defeituosos.

Segundo Cícero Urban, presidente da Comissão de Oncoplástica da Sociedade Brasileira de Mastologia, o fato mais importante em relação à cirurgia da atriz foi a chance de prestar esclarecimento à população, causando a reflexão de todos sobre a importância do trabalho preventivo e o diagnóstico precoce. “Por esse aspecto foi positiva a postura da atriz, mas por outro lado é preciso desmistificar o assunto, já que, antes da cirurgia, é necessário realizar uma série de exames e nem todos os casos de câncer resultam na retirada das mamas”, afirma. Para ele, a mamografia a partir dos 40 anos é essencial para detectar o tumor, em fase inicial, onde as chances de cura podem chegar a 95%. “A melhor prevenção ainda é o diagnóstico precoce e todas as mulheres devem realizar a mamografia anualmente após os 40 anos”, alerta.

 “Notoriamente há uma boa dose de desinformação. No caso da atriz Angelina Jolie, os médicos estimavam que ela teria 87% de probabilidades de sofrer um câncer de mama, mas isso foi avaliado cuidadosamente até a tomada de decisão”, explica Urban, acrescentando que cada caso é uma história diferente e o acompanhamento médico é essencial.

A Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM) lança esta semana o movimento #mamografiaapartirdos40 – Direito e dever de toda mulher, uma ação da campanha Eu amo meus peitos, criada pela entidade para exaltar os cuidados com a saúde da mama e disseminar informações sobre a prevenção do câncer. A ideia do movimento é enfatizar a importância para as mulheres de realizar, anualmente, a mamografia a partir dos 40 anos, o que para os mastologistas é primordial para a saúde da mulher. Essa luta, inclusive, vai de encontro ao Ministério da Saúde que, através da Portaria 1.253/2013, restringiu o repasse de verbas da União aos municípios para mamografias em pacientes na idade entre os 50 e 69 anos, além da mamografia unilateral – exame realizado como forma de rastreamento em apenas uma das mamas.

Contato

Endereço:
Praça Floriano, 55/801, Centro Rio de Janeiro, RJ - CEP: 20031-050
Telefone:
(21) 2220-7111
E-mail:
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

AVISO IMPORTANTE
O conteúdo deste site tem o intuito de apenas informar aqueles que têm dúvidas genéricas sobre o câncer de mama. Para a análise de um caso clínico particular, como tratamento, prognóstico e outras dúvidas deve ser consultado um médico especialista.